15.4 C
fpolis

Plataforma Floripa.LGBT completa seis meses com 1 milhão de pageviews

Leia também

Conteúdos distribuídos pelos canais do Floripa.LGBT chegaram a mais de 200 mil pessoas por meio do site, redes sociais e grupo de Whatsapp

A plataforma Floripa.LGBT completa seis meses de lançamento nesta quinta-feira (28) e comemora o marco histórico de 1 milhão de visualizações em todos os canais de distribuição. O maior portal de notícias voltado à comunidade LGBT+ de Florianópolis e com repercussão sobre as principais novidades em Santa Catarina.

Os conteúdos que interessam para quem é gay, lésbica, bissexual, transexual, travesti, queer, intersexo, agêneros e todas as demais identidades de gênero e orientações sexuais são atualizados diariamente pelo site www.floripa.lgbt e rapidamente ganham repercussão pelo Whatsapp, no Instagram, no TikTok e no Twitter.

Vamos aos números: em seis meses, a plataforma atingiu 210 mil contas, gerando um estrondoso impacto com aproximadamente 1 milhão de pageviews, reunindo os dados do site e dos perfis nas quatro principais redes sociais.

Já foram mais de 27 mil curtidas e 1.700 comentários. E os stories também são um poderoso caminho para chegar direto às notícias: 2.600 acessos chegaram ao www.floripa.lgbt a partir dos stories do nosso Instagram.

Gostar de nossos conteúdos tem feito com que as pessoas compartilhem o que é publicado em nossas redes sociais. E isto aconteceu mais de 5.500 vezes nestes seis meses. Tudo isso tem feito com que mais de 4.ooo seguidores sigam cada publicação do Floripa.LGBT, seja no Instagram, no TikTok, pelo Twitter, pelo Facebook ou ainda recebendo os conteúdos pelo Whatsapp.

O gestor em turismo João Pereira atua como gestor de Comunidades e é co-fundador. É dele a tarefa diária de ser a voz do Floripa.LGBT nas redes sociais. Em meio a likes e comentários, é ele quem faz a cobertura de eventos e interage com seguidores com seus emojis e curtidas.

“Interagir com cada seguidor e seguidora nas redes sociais é uma experiência incrível. Cada compartilhamento, cada mensagem, nos conecta de maneira única. O Floripa.LGBT não é apenas um portal; é uma comunidade digital, e cada um e cada uma faz parte dessa história. Estamos aqui para ouvir, para apoiar e, acima de tudo, para celebrar”, sintetiza João.

Este incansável trabalho fez com que o Floripa.LGBT se tornasse referência nas buscas por dois dos termos mais buscados na internet que fazem sentido à comunidade LGBT+: “parada lgbt floripa” e “parada lgbt balneário camboriú”. Com isso, conquistamos 115 mil visualizações em resultados de busca no Google.

As histórias da comunidade LGBT de SC passam por aqui

Parece que foi ontem, mas o portal Floripa.LGBT está celebrando seu meio ano de vida, marcando um capítulo significativo na história digital da comunidade LGBT+ na Grande Florianópolis.

Pelas páginas e publicações do Floripa.LGBT passaram notícias como a manifestação contra o lesbocídio de Carol Câmpelo ou o espancamento de uma drag queen em Balneário Camboriú logo após a 1ª Marcha pela Diversidade na cidade.

Também vale lembrar das Watch Party para acompanhar os episódios de Drag Race Brasil (sem falar na passagem de várias drags que disputaram na primeira edição).

Um capítulo à parte foi a ampla cobertura da 16ª Parada do Orgulho LGBTI+ de Florianópolis, que reuniu 100 mil pessoas na edição de 2023. A realização da 1ª Marcha pela Diversidade de Balneário Camboriú também mereceu destaque nas  páginas do Floripa.LGBT.

A importância dos conteúdos sobre a comunidade LGBT+ vão além daquilo que é rotineiro, como revelam os dados estatísticos quando mostram que há interesse por temas como a lista de bares LGBT+ em Florianópolis ou ainda o que significa cada letra da sigla LGBTQIAPN+.

Data histórica celebra resistência da comunidade LGBT

Desde o seu lançamento em 28 de junho de 2023, o Floripa.LGBT tem perseguido o objetivo de conectar a comunidade LGBT+. Não é apenas um portal de notícias, mas um espaço que reflete, celebra e promove as diversas vozes que compõem a tapeçaria colorida da comunidade LGBT+.

O projeto foi concebido pelo casal João Pereira e Danilo Duarte e passou por uma longa fase de estudo de mercado para viabilidade empresarial e grupos focais para validação de conteúdos e temas fundamentais antes de ser lançado.

A data escolhida para o início das atividades é a mesma que tem maior relevância para a comunidade LGBTQIA+: faz referência ao ataque contra o bar Stonewall, nos Estados Unidos, em 28 de junho de 1969.

O Floripa.LGBT além dos números

O jornalista Danilo Duarte, co-fundador do Floripa.LGBT, é o editor de Conteúdo do portal. É ele também quem se relaciona com as entidades e as lideranças LGBT+ da cidade.

“Seis meses de Floripa.LGBT é como uma grande festa, e cada pessoa que vibra conosco, que comenta, compartilha nossos posts ou nos manda uma DM é convidado de honra. Estamos aqui para celebrar, para provocar debates, para compartilhar sorrisos e lágrimas. Cada curtida, cada comentário, é uma confirmação de que estamos no caminho certo. Vamos continuar crescendo juntos, porque a comunidade LGBT+ da Grande Florianópolis merece esse espaço.”

Para além dos números, ser o maior portal de notícias voltado para a comunidade LGBT na região não é apenas uma posição, é uma responsabilidade.

Ao assumir a posição de produzir conteúdo diário e conectar lideranças, entidades e comunidade, o Floripa.LGBT trabalha para enriquecer os debates, para ser a vitrine dos empreendimentos, projetos e talentos que, muitas vezes, são ofuscados em meio a veículos de comunicação que pouco espaço oferecem às pessoas LGBT+.

Mais artigos

Últimos artigos

spot_img