A diretora de conteúdo da Agência Lupa, Natália Leal, foi nomeada para receber o Prêmio Knight Internacional de Jornalismo de 2021 pelo Centro Internacional Para Jornalistas (ICFJ, na sigla em inglês). A premiação contempla jornalistas pelo impacto de seu trabalho, pioneiro e inovador, na vida da população. Natália coordena a direção de conteúdo da Lupa, que atua no combate à desinformação a partir do fact-checking e da educação midiática.

O ICFJ salientou, na manhã desta quarta-feira (26), o trabalho de Leal e sua equipe, que “expuseram a desinformação espalhada pelo próprio governo do presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores” em 2020. Segundo dados da própria Agência, a Lupa produziu mais de 700 checagens sobre o tema desde o início da pandemia de Covid-19, desmascarando conteúdos falsos e teorias conspiratórias. Foi destacada também a atuação da jornalista no desenvolvimento da ferramenta No epicentro, visualização de dados sobre Covid-19 feita pela Lupa em parceria com o Google News Initiative, premiada internacionalmente e reproduzida pelo The Washington Post nos Estados Unidos.

A jornalista participou do segundo episódio da nova temporada do “Papo de Jornalista”, projeto desenvolvido pela Associação Catarinense de Imprensa, que apresenta semanalmente um tema de interesse da área de comunicação para debate. O bate-papo contou com a presença de Natália Leal e dos jornalistas Jean Laurindo e Guido Schvartzman e mediação da Diretora de Projetos Especiais da ACI, Júlia Pitthan.

Durante a live, disponível no perfil do Instagram da Associação (@imprensasc), Leal falou sobre seu trabalho no combate às notícias falsas e a metodologia de checagem da Lupa. Além de abordar assuntos como a transparência na apuração e o uso de dados públicos para checagem, pilares das ações realizadas pela equipe da Agência.

Em matéria publicada no site da Lupa, Natália comenta: “Lutar contra a desinformação é, hoje, meu principal propósito como jornalista e o que me move. Acredito profundamente no jornalismo como forma de qualificar o debate público, melhorar a sociedade e proteger a democracia. É isso que eu quero continuar fazendo e ser reconhecida por essa luta é um orgulho indescritível”. E completa: “Eu me sinto muito honrada em entrar para uma lista tão seleta de jornalistas, cujos trabalhos são reconhecidos como de grande impacto para a sociedade.”

Leal é diretora de Conteúdo da Lupa desde 2019, depois de atuar por um ano e meio como editora na agência. Formada em jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), se especializou em Gestão de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e focou seu trabalho na cobertura diária de política, economia e cotidiano em diferentes funções nas redações por onde passou. Trabalhou em veículos como GaúchaZH, no Rio Grande do Sul, Grupo NSC, em Santa Catarina, e Poder 360, em Brasília, além do portal Terra e da Band TV em Porto Alegre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui