13.7 C
fpolis

Memorial da Comunicação Catarinense tem projeto ​aprovado pelo Programa de Incentivo à Cultura ​

Leia também

Recursos de R$ 548 mil serão captados em empresas, que poderão
abater parte do ICMS devido para patrocinar esta ação cultural 

Um passo importante para tornar realidade o Memorial da Comunicação Catarinense está sendo dado com a aprovação do projeto pelo Programa de Incentivo à Cultura (PIC) – Mecenato Estadual de Santa Catarina, da Fundação Catarinense de Cultura (FCC). O programa de fomento permite que empresas contribuintes do ICMS patrocinem projetos aprovados pela FCC, abatendo o valor investido do imposto devido. A iniciativa da Associação Catarinense de Imprensa (ACI) – Casa do Jornalista recebeu o aval do PIC para a captação de R$ 548.235,56, em um prazo máximo de 12 meses.

Sonho antigo, o Memorial da Comunicação Catarinense funcionará na sede da entidade, em Florianópolis, e é um empreendimento com diversas etapas e dimensões. O projeto encaminhado ao PIC vai bancar, entre outras frentes, a formulação do novo plano museológico da instituição, com a política de acervos que ali serão abrigados, e a implementação de exposições de longa duração. O PIC não contempla obras civis e aquisição de equipamentos, que deverão ser financiados com outras fontes de recursos.

A presidente da ACI, Déborah Almada, comemorou a aprovação do projeto no PIC. “Estamos trabalhando muito para viabilizar o Memorial, que, para além de contar a história da imprensa catarinense, será um espaço cultural aberto à comunidade. Ainda temos muitos desafios, mas nunca chegamos tão perto de realizar esse sonho”, afirma. 

O projeto do Memorial é uma parceria com a Viés Cultural – Museologia e Patrimônio, que presta assessoria para museus e centros culturais, visando à qualificação dessas instituições. As primeiras conversas, para desenhar esta nova fase, ocorreram em agosto de 2022. A Viés Cultural acompanhou toda a obra de reforma da sede da ACI há mais de uma década e seus sócios são os autores do primeiro projeto do Memorial, que à época acabou não evoluindo. “A aprovação pelo PIC valoriza a memória das práticas de comunicação e do jornalismo catarinense, trazendo a reflexão sobre o quanto o acesso à informação é um exercício de cidadania”, analisa Maurício Selau, sócio da Viés. “Estamos muito felizes por trabalhar junto com a ACI para o sucesso da iniciativa.”

Sede da Associação Catarinense de Imprensa

Mais artigos

Últimos artigos