21.8 C
fpolis

Conheça os finalistas do 1° Prêmio ACI Ocesc de Jornalismo

Leia também

Divulgação foi feita hoje pelo perfil da ACI no Twitter

A Associação Catarinense de Imprensa divulgou nesta quarta-feira (15), pelo seu perfil no Twitter, os finalistas da primeira edição do Prêmio ACI Ocesc de Jornalismo. Vinte e um  trabalhos de várias regiões do Estado, distribuídos em sete categorias, foram selecionados entre os 358 inscritos. Os vencedores receberão um total de R$ 73,2 mil em dinheiro e os primeiros colocados em cada categoria serão agraciados com um troféu impresso em 3D.

A coordenação do Prêmio ACI OCESC de Jornalismo é dos jornalistas Edgar Gonçalves, Júlia Pitthan e Alessandra Ogeda, diretores da ACI, com apoio da estudante de jornalismo Amanda Brandalize. Eles foram responsáveis por toda a organização, incluindo as regras e critérios de julgamento, além da checagem de toda a documentação. A solenidade de entrega do Prêmio será no início de 2022, em data que ainda será definida pela Diretoria da entidade. Durante o evento, a ACI irá atribuir um Prêmio Especial a jornalista, veículo ou entidade com relevante contribuição para a imprensa de Santa Catarina.

“Este é um momento importante para a história da Associação Catarinense de Imprensa e estamos todos muito felizes pelo trabalho realizado. Foram meses de estudos, montagem do júri, checagem de documentação, enfim, muitos processos envolvidos na criação de um prêmio desta envergadura. Mas os resultados mostram que o lançamento do prêmio foi uma decisão acertada. Temos um panorama muito bom da produção jornalística do Estado”, disse a presidente da ACI, Déborah Almada. 

Abaixo, a relação dos finalistas, em ordem alfabética do autor da inscrição, em cada categoria:

Áudio:

Ânderson Silva, Eveline Poncio, Gilberto Denezio Pereira, Rodolfo Coelho Vicianna Cruz, Jorge de Oliveira Júnior, “A cifra fantasma”, Rádio CBN

Juciele Marta Baldissarelli, “O apagão da mão de obra da indústria catarinense”, Rádio Caçanjurê

Marcos Meller, “Recuperados: a história por trás dos números da Covid”, Peperi FM

Cooperativismo:

Adriana Oliveira da Silva, “Intercooperação: Princípio cooperativista ganha força na pandemia e amplia volume de bons negócios”, Revista Unicred União

Felipe Sales Cruz, Evandro Zucatti, Felipe Jung, Luiza Lobo, Juliano Zanotelli, Marcos Schimitt, Maria Carolina Assis, “Cooperativismo em SC: movimento tem interesse pelo coletivo”, NSC TV

Marcos Meller, “Estado de cooperação”, Peperi FM

Fotojornalismo:

Anderson Coelho, “O Senhor dos Nós”, UOL

Caio Cezar Cardoso Nascimento, “O Lixo do Luxo”, UOL

Ricardo Wolffenbüttel, “Caminhos da Esperança – A Rota da Vacina em SC”, Site especial do Governo do Estado de SC

Jornalismo Universitário:

Aline Lima Ramalho, Lais dos Santos Godinho, “Sem endereço: história de mulheres que vivem nas ruas”, UFSC

Juliana Possas de Souza, “Depois do Abrigo”, Estácio

Mariana Corrêa Passuello, “Camadas Invisíveis: o tráfico de pessoas no cultivo de cebola em Santa Catarina”, UFSC

Jornalismo Visual:

Ben Ami Scopinho, Angela Bastos, Everton Siemann, Tayná Gonçalves, “Assalto ao trem pagador”, NSC Total

Marina Martini Lopes, Ben Ami Scopinho, “Nos trilhos do blues”, NSC Total

Vanessa da Rocha, Pablo Mayer, Elaine Cristina, Felipe Alves, Rosana Rita, Altair Magagnin, “O futuro em 15 capas”, ND

Texto:

Ângela Bastos, “De volta pra casa”, Diário Catarinense

Augusto Ittner, Talita Catie de Medeiros, Patrick Rodrigues, João Scheller, Tayná Gonçalves, Ben Ami Scopinho, “Um gigante que nasce de gotas”, Jornal de Santa Catarina

Lucio Lambranho, “Inferno no meio-oeste”, Agência Pública

Vídeo:

Juan Carlo Todescatt, Patrícia Mello, Marne Menezes, “Educação na pandemia: os contrastes de quem precisa voltar às aulas”, SCC SBT

Juan Carlo Todescatt, Patrícia Mello, Nereu Filho, “A pandemia e a fome em Santa Catarina”, SCC SBT

Moisés Stuker, Suellen Venturini, “Dia Nacional da Adoção: ato de amor que muda trajetória de crianças e adolescentes”, NDTV

Sobre a ACI

A Associação Catarinense de Imprensa foi fundada em 31 de julho de 1932 sob a liderança de Altino Flores. A entidade teve uma expressiva atuação em seus primeiros anos, sendo interrompida pela ditadura do Estado Novo no governo de Getúlio Vargas. Logo após a Segunda Guerra, a ACI retornou com o nome de Associação dos Profissionais de Imprensa. Em 1968, o jornalista Alírio Bossle fundou a Casa do Jornalista, abrangendo do Sindicato dos Radialistas e a Associação dos Cronistas Esportivos.

Sobre a OCESC

Com 251 cooperativas registradas, a OCESC se destaca na defesa do cooperativismo catarinense. Além disso, atua em parceria com o Sistema OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), governo de Santa Catarina, Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop) da Assembleia Legislativa e entidades públicas federais e estaduais para representar o setor junto à sociedade. Fundada em 28 de agosto de 1971, a OCESC está completando 50 anos.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos