25.7 C
fpolis
- Publicidade -

Imprensa recebe homenagem da ACM pelo trabalho na pandemia

Leia também

O trabalho da imprensa de Santa Catarina na pandemia foi reconhecido pela Associação Catarinense de Medicina durante a tradicional festa que celebra o Dia do Médico, na última sexta-feira (14) à noite. Quarenta instituições e pessoas receberam homenagens, dentre as quais a Associação Catarinense de Imprensa – Casa do Jornalista. A jornalista Déborah Almada, presidente da ACI, representou a entidade na homenagem.

O evento aconteceu na sede da ACM, em Florianópolis, e destacou iniciativas importantes na busca por respiradores e medicamentos, treinamento de profissionais da saúde, comunicação e orientação da sociedade, proteção para os profissionais da saúde, atendimento emergencial e nas UTIs, assim como soluções tecnológicas para o monitoramento de casos e a luta pela vacinação, que fizeram parte da mobilização desenvolvida no combate à Covid-19 em Santa Catarina. Os homenageados receberam uma placa enaltecendo a “Força Catarinense na Pandemia”, em diversas ações que salvaram incontáveis vidas.

“A Organização Mundial da Saúde (OMS) já aponta para o anúncio do término da pandemia. Assim, a ACM entende que este é o momento de fechar o ciclo – mesmo que ainda em prontidão – da verdadeira força-tarefa realizada no combate à Covid-19”, afirmou o presidente da Associação Catarinense de Medicina, Ademar José de Oliveira Paes Junior, que recebeu os homenageados e convidados. Ele destacou que o Dia do Médico é uma data muito especial para fazer esse reconhecimento, que também lembrou os profissionais da medicina e da saúde que perderam suas vidas na linha de frente do tratamento dos pacientes. “Depois de tudo o que aprendemos, a ACM quer, acima de tudo, transformar essa homenagem num grande agradecimento”. Durante o evento, a ACM destacou o trabalho dos jornalistas: “A imprensa foi fundamental durante toda a pandemia, exercendo sua missão de informar com responsabilidade tudo o que estava acontecendo, tendo como maior fonte a ciência. A ação do jornalismo também foi indispensável no combate às fake news, que trouxeram ainda mais dificuldades à gravidade da situação vivida. Para fazer isso, muitos também colocaram suas vidas em risco, em nome da verdade e da notícia. Em nosso estado, esse trabalho mobilizou muitos veículos de comunicação e profissionais, integrados na ACI, a Casa do Jornalista Catarinense”.

Mais artigos

Últimos artigos