18.3 C
fpolis

Sessão Especial vai celebrar 90 anos de fundação da Associação Catarinense de Imprensa

Leia também

A Associação Catarinense de Imprensa (ACI) – Casa do Jornalista será homenageada pela Assembleia Legislativa, em Sessão Especial, no dia 4 de julho, às 19h para celebrar os 90 anos da entidade.

Durante o evento, serão homenageados os ex-presidentes vivos da ACI – o atual presidente do Conselho Superior, Ademir Arnon, e os jornalistas Moacir Pereira, Osmar Teixeira e Cyro Barreto.

“A ACI tem uma história de coragem e independência que merece ser lembrada e reverenciada. Desde a sua fundação, e nos períodos mais sombrios do País, sempre cumpriu a tarefa de apoiar o jornalismo e o jornalista, a liberdade de imprensa e a democracia. Não podemos nos esquecer disso”, diz a presidente da entidade, Deborah Almada, há dois anos no comando da ACI.

Sobre a ACI

A Associação Catarinense de Imprensa foi fundada por um grupo de jornalistas em 31 de julho de 1932, na sede da Liga Operária Catarinense, localizada à Rua Tiradentes, centro da Capital, sob a liderança de Altino Flores. A entidade teve uma expressiva atuação em seus primeiros anos, sendo interrompida pela ditadura do Estado Novo, no Governo Vargas.

Logo após a Segunda Guerra Mundial, o grupo retomou as operações sob o nome de Associação dos Profissionais de Imprensa, fundada na década de 1950, que também deu origem ao atual Sindicato dos Jornalistas. Em 1968, o jornalista Alírio Bossle fundou a Casa do Jornalista, abrangendo o Sindicato dos Jornalistas, assim como o Sindicato dos Radialistas e a Associação dos Cronistas Esportivos.

Mais recentemente, na gestão do ex-presidente Osmar Teixeira, a entidade retornou à sua denominação inicial de Associação Catarinense de Imprensa.

Mais artigos

Últimos artigos